Onde Estamos

Rua General Rondon, 352

Bairro Tristeza - Porto Alegre, RS 
CEP 91900-120

      (51) 3058-0491          (51) 99866.7474

Horários

SEG a SEX: 14h às 19h

SÁB: 10h às 18h

DOM: conforme programação

Ajuda

 

Quem somos

A Casa Hermosa Novelaria nasceu em março de 2016 e abriu as portas num bairro muito charmoso aqui na zona sul de Porto Alegre: o Bairro Tristeza.


A Casa nasce com a problematização da Lã Natural como Patrimônio Imaterial, pois há no beneficiamento e ciclo da lã natural em nossa cultura (de um Estado do Sul) práticas envolvidas nesse beneficiamento que dizem de um saber fazer, e que em nosso território têm se efetivado como práticas de transmissão, de memória coletiva, e que nos convocam e provocam a pensar que outros modos de produzir e existir são possíveis.

Nossa primeira inspiração vem do projeto Cabanha Ecolã, projeto que nos ensinou muito sobre ser um empreendimento voltado ao desenvolvimento sustentável na produção de fios e produtos especiais.

Hoje nos tornamos um projeto de ações que conta com quatro frentes de atuação:

  • Produção: através do estudo do ciclo do beneficiamento da lã natural, bem como de outras fibras, buscamos fortalecer esta rede de produção em direção a produtos artesanais, dentre eles fios e lã para feltragem artesanalmente tingidos;
     

  • Loja física: uma novelaria especializada em lã natural, lãs, linhas, fios, barbantes, fios de malha, tecidos e um armarinho com produtos diferenciados;
     

  • Casa de cursos: um espaço físico – A Casa - em que oferecemos diferentes artes-manuais através de uma equipe de artesãos qualificados e que amam seu fazer;
     

  • Coletivo CRIA: busca resgatar, pensar e promover as artes-manuais numa perspectiva de produção coletiva, mapeando as redes criativas e solidárias que existem atualmente em nosso Estado.
     

Aqui na Casa o ritmo e a necessidade de cada um são respeitados. A aprendizagem é singularizada e não há necessidade de conhecimento prévio. Basta querer se juntar a nós e começar um projeto novo em sua vida.

São muito bem-vindas pessoas de todas as idades!

 

Conheça os verbos da lã

Lavar: após o processo de tosquia e seleção a lã ainda contém sujeiras do seu ano de crescimento. Com água corrente e manuseio suave a sujeira mais profunda pode ser removida. Se necessário reservar as fibras em molho por períodos para melhor remoção de tudo o que não é lã.​

Cardar: pentear a lã com duas escovas de madeira com uma base com dentes de aço (a carda), utilizadas para desenredar as fibras da lã, deixando a lã uniforme e homogênea.​
 

Fiar: transformar a lã cardada em fio, alongando e retorcendo as fibras da lã. É a torção que confere resistência ao fio, e para esta ação utiliza-se a roca ou o fuso.
 

Tecer: uma das artes mais antigas do mundo em que teares, mãos e agulhas tecem, urdem, tramam e entrelaçam fios que produzem nossos tecidos para usos diversos.​

Tingir: fiados os fios, prontos ao tingimento. Transformar o fio em meada facilita o processo de tingir, pois faz com que o corante penetre no fio em toda a sua extensão. Mordentes podem ser necessários pois fixam os corantes nas fibras.

Feltrar: prensar, adensar e pressionar as fibras de lã natural, utilizando água e sabão. Processo que produz o antitecido, pode ser molhada ou agulhada. Essa arte tem aproximadamente 6300 anos, é um tecido anterior à fiação, tecelagem e tricô.